SENID - Seminário Nacional de Inclusão Digital

Sobre o SENID

Posted on: junho 23rd, 2011 by admin No Comments

Acesse o mapa dos locais do evento

.

O II Seminário Nacional de Inclusão Digital – II SeNID dá continuidade ao espaço profícuo de compartilhamento de experiências que o I Senid criou ao contabilizar um total de 404 participantes oriundos de 109 cidades do Brasil e de 102 Instituições de Ensino Superior. Estes números denotam potencial para que o evento se consolide como referência na área de Inclusão Digital. Foram 77 trabalhos apresentados em dois dias para um público formado por professores, pesquisadores e alunos que debateram as questões relacionadas às tecnologias e Metodologias de Inclusão Digital e à Cultura Hacker.

.

Em 2013, o tema do Seminário Nacional de Inclusão Digital é “Por uma cultura hacker na educação”! Tal temática nasce da observação de que a Escola, inserida em um contexto de conexão e de espaços digitais poderosos de autoria, deve mudar, apropriando-se das tecnologias de inclusão digital de forma inovadora, inusitada, revolucionária e criativa!

.

Esta é a essência da cultura hacker e este é o mote das discussões do Senid 2013!

.

A Universidade de Passo Fundo – UPF , nestes 8 anos de atividades na área de Inclusão digital, colaborou significativamente para a transformação da sua região de abrangência, tanto no que se refere à produção do conhecimento através da abertura de campos de pesquisa, quanto na articulação de suas ações junto à comunidade através da graduação, pós-graduação e projetos de extensão. No âmbito desta vinculação com a comunidade, é possível apontar preliminarmente para os projetos de extensão Mutirão pela Inclusão Digital e Kit Escola Livre .

O Senid nasce do imbricamento destas duas frentes de ação e produção do conhecimento da Instituição e está estreitamente vinculado ao Grupo de Estudo e Pesquisa em Inclusão Digital [http://gepid.upf.br] do curso de Ciência da Computação. O grupo está organizado em torno de duas linhas de pesquisa, sendo que o evento tem seu aporte nas pesquisas da linha Tecnologias e Metodologias de Inclusão Digital, cujo objetivo da linha é Estudar e pesquisar de tecnologias, metodologias e ações de inclusão digital que tenham por base as questões estudadas e pesquisadas na linha de pesquisa Estudos da Cibercultura e para a linha Processos Educativos e Linguagem do Mestrado em Educação UPF.

.

Para o projeto Mutirão pela Inclusão digital, incluir digitalmente é um processo sobretudo de autoria e colaboração, de emissão de significados e sentidos, fazendo da internet um ambiente natural de comunicação, de troca de informações e de construção do conhecimento. Portanto, desvincular Software Livre e sua filosofia de ações de Inclusão Digital representa, além da incoerência teórico-conceitual, uma ação contrária à opção nacional orientada à criação de uma cultura de colaboração, comunicação, exercício da cidadania e democratização do conhecimento.

.

O projeto Kit Escola Livre por sua vez consiste na organização de uma coletânea de softwares educacionais desenvolvidos sob a licença GPL (GNU Public License), reunidas com a finalidade de ser utilizado em iniciativas de informática educativa e inclusão digital, na busca de facilitar e disponibilizar o acesso a tecnologias educacionais nas escolas, proporcionando o uso da informática como aliada ao processo educacional, permitindo aos alunos o acesso a instrumentos que podem tornar o aprendizado mais atrativo e produtivo.

.

Assim, a trajetória na instituição na área de inclusão digital e software livre consolidada nas pesquisas realizadas no interior do GEPID e nas ações desses projetos de extensão procuraram contribuir para o atendimento das demandas de informática educativa na cidade e na e região, buscando soluções viáveis para isso.

 ...

Comissão Organizadora

Prof. Dr. Adriano Canabarro Teixeira – Doutorado em Educação/UPF – Coordenador do evento

Prof. Me. Evandro Luis Viapiana – UPF

Prof. Me. Karina Marcon - Doutorado em Educação/UFRGS – Apoio Coordenação do Evento

Profa. Dra. Marie Jane Carvalho – PPGEDU/UFRGS – Apoio Comitê Científico

Prof. Dr. Marco Antônio Sandini Trentin – Ciência da Computação/UPF – Coordenador do Comitê Cinetífico

Profa. Me. Marinez Siveris – SME da Prefeitura Municipal de Passo Fundo

Prof. Dr. Nelson de Luca Pretto – FACED/UFBa – Apoio comitê Científico

Profa. Me. Patrícia Nascimento da Silva – IFRS – Campus Sertão – Apoio Coordenação do Evento

Rose Mary Stangler – NTE da 7ª Coordenadoria Regional de Educação

Dra. Adriana Richit - UFFS – Campus Erechim

Me. Adão Caron Cambraia – IFF – Campus Santo Augusto

Me. Ana Maria de Oliveira Pereira UFFS – Campus Erechim

Me. André Schaeffer – UFFS

Me. Anibal Lopes Guedes – UFFS

Me. Barbara Cristina Pasa – UFFS

Claudete M. Rigoni Loss – NTE – Passo Fundo

Me. Dirlei R. Koslowski – IFF – Campus Panambi

Me. Joseane Amaral – IFF – Campus Panambi

Me. Lis Angela De Bortoli – IFRS – Campus Sertão

Luciana Ceolin – NTE – Passo Fundo

Magali Ziger – UPF

Fernanda Nicolodi – UPF

Maurício Santos – IFSUL – Campus Passo Fundo

Reinaldo Mânica – NTM – Marau

Renata Confortim – NTM – Marau

Sonia Souza – NTE – Passo Fundo

Me. Suellen Spinello Sotille – IFSUL – Campus Passo Fundo

.

Apoio Organização

Vinicius Cenci – UPF

Caroline Domingos – UPF

Concepção da logomarca

Isabella Czamanski Rota – Ciência da Computação/UPF

 

 



Patrocinadores:

Petabyte

Digipampa

Terabyte

MV
DCE

Gigabyte

KLM

Megabyte

Dainfo
  • Polosul

  • Vinícius Cenci